A Constelação Familiar para a solução de conflitos é tema de projeto da OAB e da Polícia Civil com o Poder Judiciário

Data: 06/06/2018 Em: Notícias Voltar a página anterior

Da Assessoria de Imprensa da PCSC - Uma parceria entre a Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Balneário Camboriú, Poder Judiciário e o projeto OAB Por Elas está permitindo uma nova abordagem para as vítimas da Violência. Trata-se da Constelação Familiar, um método que estuda os padrões de comportamento de grupos familiares através de suas gerações, criado pelo psicoterapeuta alemão Bert Hellinger. A técnica tem como objetivo identificar traumas familiares que, segundo a teoria, acabam perpetuando comportamentos destrutivos e conflitos na família.

A primeira sessão coletiva foi realizada no dia 29 de maio na DPCAMI de Balneário Camboriú e contou com a juíza Karina Muller Queiroz de Souza, da 1ª Vara Cível da Comarca de Camboriú, da delegada titular da DPCAMI, Inara Drapalski, da consteladora Angelina Albertina de Borba, de advogadas Lecir Abel, Ivani Glaci Drachenberg, Patrícia Nicodemus Valenzuela, Kátia Corrêa Quintanilha e Maria Helena Toniazzo, integrantes do Núcleo de Defesa da Mulher da OAB, além do público alvo, vítimas, familiares e agressores.

A aplicação de métodos de resolução pacífica de conflitos e a integração entre a Polícia Civil e demais instituições, fortalece o trabalho em rede e o conceito de segurança cidadã. É evidente, especialmente nos casos que envolvem questões familiares e emocionais, que o direito penal, sozinho, não soluciona os conflitos. Exemplo disso é a reincidência nos casos de violência doméstica e a repetição sucessiva das vítimas que comparecem à Delegacia.

Dessa forma, a busca por soluções alternativas, além de humanizar o atendimento da Polícia Civil, tende a alcançar resultados mais eficientes, que desconstruam os ciclos de violência inseridos no seio familiar. O método tem sido adotado como forma de ajudar famílias a buscar soluções, sem a necessidade de judicialização.

As oficinas e vivências ocorrerão mensalmente, toda última terça-feira do mês, das 18h30min às 20h. Os interessados em participar devem entrar em contato com Dra. Patrícia Nicodemus Valenzuela ou Dra. Kátia Corrêa Quintanilha, no Núcleo de Defesa à Mulher Vítima de Violência Doméstica. As advogadas prestam atendimento todas as quartas-feiras na DPCAMI de Balneário Camboriú. Para entrar em contato procure a Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Balneário Camboriú pelo telefone (47) 3363-0193.

Calendário das próximas sessões:

Junho: 26/06/2018

Julho: 24/07/2018

Agosto: 28/08/2018

Setembro: 25/09/2018

Outubro: 30/10/2018

Novembro: 27/11/2018

Deixe seu comentário
Outras postagens
(47) 3366-2060 - E-mail: balneario@oab-sc.org.br
Rua 916 n° 612 - Centro - Balneário Camboriú - SC - CEP 88330-570